domingo, 1 de novembro de 2009

Rubem Alves

"Tanto os meus fracassos quanto as minhas vitórias duraram pouco. Não há nenhuma vitória profissional ou amorosa que garanta que a vida finalmente se arranjou e nenhuma derrota que seja a condenação final. As vitórias se desfazem como castelos atingidos pelas ondas, e as derrotas se transformam em momentos que prenunciam um começo novo. Enquanto a morte não nos tocar, pois só ela é definitiva, a sabedoria nos diz que vivemos sempre à mercê do imprevisível dos acidentes. Se é bom ou se é mau, só o futuro dirá."

5 comentários:

Priscila disse...

"..vivemos sempre à mercê do imprevisível dos acidentes."

Sempre, incrivel!

alvaro, oliveira. disse...

rubem alves :D

aah,
tem coisa nova no meu blog.
é um post simples, não irá mudar a sua vida, mas comenta lá pra me fazer feliz JIOAJSIOAJSIOAS

abçs

Laah... disse...

Bom ou ruim tudo passa... !FATO!

Hosana Lemos disse...

esse merece aplausos de pé!
perfeito.
sem nada a acrescenter e nem tirar!

Tay'' disse...

Tem selinho pra vc no meu blog