terça-feira, 11 de dezembro de 2012

"Cartas não substituem a convivência entre os amigos espalhados cada qual por lugares e cidades diferentes. Todavia, a palavra escrita tem a peculiaridade de estabelecer uma relação da presença daqueles que amamos. Na solidão da escrita, a conversa se faz acompanhar de fatos, locais, cuja descrição vivifica as palavras e quem recebe imagina o contexto e a emoção que as impregnou.  O testemunho de um amigo, um familiar, nos traz a sua existência inserido nesse lugar ausente e permite a partilha da sua intimidade, seus sentimentos. Mesmo que sejam cartas esporádicas e seu conteúdo, trivial, elas são o retrato da vivência em sua forma mais pura, retratando e compartilhando emoção do momento em que foi escrita, de forma ímpar, que nenhum outro meio pode captar. Um fragmento da vida da pessoa através do qual se pode vislumbrar o todo."

3 comentários:

Jason Jr. disse...

:) *-* :)

Ro E Va Monteiro disse...

Amei!!

vim te convidar pro sorteio do meu blog..vem!!


saúde e paz



Ro

Paulo C. disse...

Ter alguém pra quem pensar e escrever, uma pessoa que te motive à isso... É bom, muito bom.