sábado, 26 de junho de 2010

Minha mãe sempre diz:Não há dor que dure para sempre!
Tudo é vário.Temporário.Efêmero.Nunca somos,sempre estamos!
E apesar de saber de tudo isso.Porque algumas dores duram tanto?
Porque alguns sentimentos(diga-se de passagem os mais ridículos) demoram tanto a passar?
Porque olhar pra ele reaviva esperanças perdidas e suscitas lágrimas quentes até então contidas?
Porque o cérebro ainda não inculcou no coração que esquecer faz bem a sáude?
Porque tudo não pode ser como um bonito filme francês?

4 comentários:

Tiabetok disse...

realmente, sempre demoram a passar...
acho que na verdade, nunca passam por completo...
adorei o texto do Chico...

Marcello disse...

Complicado quando o coracao nao faz o que o cerebro manda...
Bjs

Colhendo, né Amor!? disse...

Também quero descobrir... Mas, embora não passe,aos poucos, o coração toma doses de razão e a lágrima se torna passageira. Até o momento que seca.

Beijos

Laís Araújo disse...

O tempo cura tudo...sempre escutamos isso mais sera q cura tudo?acredito q o tempo nos faz ceitar de forma não muito migavel mais nos faz seguir em frente qndo na verdade queremos fracassar,alias pode ser clichê mais nada como um dia apos o outro!