domingo, 25 de abril de 2010

Lucas Silveira

“E o que eu sinto é o tal do amor. Aquele surrado, mal-falado, desacreditado e raro amor, que eu achava que não existia mais. Pois existe. E arrebata, atropela, derruba, o violento surto de felicidade causado pelo simples vislumbre do teu rosto.”

12 comentários:

Mayson Laércio disse...

Amei aki ^^

Grafite disse...

ahhhh o amor! lindo post...

beiijo

Thais Alves disse...

O amor é mesmo liindo e só acreditamos que ele é realmente real quando o sentimos . LIIIINDOO post *o*'

Lia Araújo disse...

Se como é!
Lindo e doloroso
mas, bom
ou melhor
maravilhoso!
bjos querida

Srtª Elis° disse...

adorei seu blog.....
xeirinhos!

Senhor da Vida disse...

Que delicia, um famoso 3 de copas, amor, alegria, troca de afeto.Boa semana!

@bellanogueiira disse...

Ahhh o amor...

*.*

Lindo post(!)

Beijos ;*

bellanogueiira.blogspot.com

Tay disse...

Eu sei bem o que é esse amor, ele nos torna livre, corajosa, companheira, cuidadosa...queremos estar toda hora juntos.
É renovador, é único.

Thais Alves disse...

Amoooree , tem selinho pra ti no meu blog . Depois olha lá . Beeeijos ;*'

Leca disse...

Lih...
que apaixonado esse post...
parabéns...
beijos
Leca

Dreisse Drielle. disse...

nossa. que liindo. Ameei so textos. *-*

Naia Mello disse...

é por isso que eu amo o lucas *-*