domingo, 8 de novembro de 2009

Alice Neta [ sim,sou eu =) ]

Durante muito tempo eu tentei descobrir o quê e quem realmente sou, pra onde estou indo e o que quero de verdade, e percebi que vou morrer na dúvida. Minhas ações e reações nem Deus ou o diabo podem explicar,que dirá eu,que sou toda complicada.
Vivo em eterna mudança: mudo a cara, mudo o humor, mudo a minha cabeça , mudo meu tom de voz, mudo de sonhos, mudo tudo... mudo tanto!!! Sou impulsiva,quase sempre e aí fico pensando que poderia ter sido assim e não "assado".
Adoro ler: Gosto desde Arnaldo Jabor a Mário Quintana,mas sou totalmente apaixonada por Caio Fernando Abreu.
Amo música:é ela que me acompanha quase o dia inteiro e que muitas vezes fala por mim.Sou bastante eclética em relação a isso;ouço de funk a sertanejo.
Sou amigável, comunicativa,expansiva. Em alguns momentos,prefiro estar só e aí é aquele auê porque ninguém consegue enteder isso e me cobram as atitudes que consideram ser o meu "normal". Adoro pessoas bem-humoradas e com aquela dose de ironia e sarcasmo. Adoro o que me faz rir e também sou chorona.
Sou organizada e gosto de tudo em seu devido lugar,e sou intensa...Cuidado! Talvez por isso eu seja frágil.
Sou crítica,palhaça,"tesoura" e apaixonada por farra. Um churrasco,um forró,uma pagode ou qualquer lugar onde possa estar perto de pessoas que gosto. Há quem diga que sou bruta e nem um pouco delicada. Mas acredite, sou carinhosa!
Acredito que sou uma companhia agradável..seria um erro achar isso?
Tenho paixão pelo São Paulo,por Capanema,pela orla de Bragança,por estrelas,tatuagens, cafuné,Zeca Baleiro....ih,tem muita coisa que me deixa com os olhos brilhando.
Amo novidade,bafafá,surpresas. Fico feliz demais ao receber uma ligação de quem sentia saudades, um torpedo pela madrugada,um beijo de quem eu gosto, um abraço apertado a qualquer hora do dia.
Não posso deixar de falar que sou feita de saudades,daquelas grandes.Saudade do avô que era pai,era amigo,era a base da família e motivo de orgulho e admiração de todos;saudade da avó que foi mãe,foi amiga,foi confidente,que me proporcionou muita coisa e quem serei grata eternamente.
Tenho saudade do colégio,das amigas e de tudo que vivi lá.
Talvez amanhã eu esteja diferente, eu não seja nada disso, até porque vivo errando,pisando na bola e porque vivo aprendendo,errando de novo,e vivo buscando sei lá o quê.Mas sempre, e com toda certeza, continuo tentando. Tentando ser maior e melhor.

7 comentários:

Tay'' disse...

Também mudo de humor constantemente, e quando quero ficar sozinha meus amigos ficam em cima perguntando o que foi e tals...
adoro ler tb ^^
bjus flor ;*

Rivaldo disse...

Como diria raul Seixa,"...prefiro ser essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo..."

Excelente post, parabéns, fala muito não só de você, como de muitas pessoas que têm o mesmo tipo e personalidade, tipo Eu mesmo.

;D

Leio-te sempre!

www.psicohabitat.blogspot.com

Sereia disse...

Adorei a sua biografia,vc é normal e daí,rsrsrsrsr...
Um beijo grande e uma linda noite.

Jeh Teles disse...

O melhor texto que eu já li no teu blog, e olha que eu venho gostando muiiito de ler Caio Fernando Abreu :) Peeerfeito, mágico !

Tempestade disse...

não há explicações para o que somos. Apenas somos e ponto final. rs
Tbm sou fã de caio. bjkas

Taynná =) disse...

Bem, eu gosto da Alice Neta.
Ela é sempre tem um texto lindo pra citar, tem coisas lindas pra dizer...
Se ela é inconstante, qual o problema, o mais belo de toda mulher é justamente isso, saber mudar!

Beijooo

Davison C.Queiroz Miranda disse...

Gostei do seu "Blog" (agradeceria se dessem uma versão com um nome menos estrangeiro)(risos).Escreves bem...gosteria de ler tantas outras crônicas suas.Talvez mais um sorriso teu cairia bem ( no pátio da "universidade", achei estranho..,mais gostei)(riso).Talvez nem lembre, sei lá.