quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Aperto no peito? Saudade? Melancolia? Já não sei definir o que tenho sentido ultimamente, se é que em algum momento eu soube.
Sinto um vazio daqueles inquietantes, uma lacuna grande de algo que certamente ainda não vivi.
Será que viverei?
Será que os fins de tarde deixarão de ser sufocantemente lindos e serão apenas memoráveis inícios de noite?

3 comentários:

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Quantas vezes partilho desse mesmo sentimento e como o compreendo! Bjs

Waleska disse...

Acho que isso é o mundo das pessoas sensíveis...

Camila Gomes disse...

Estou bem assim hoje.
Achei o final perfeito:
"Será que os fins de tarde deixarão de ser sufocantemente lindos e serão apenas memoráveis inícios de noite?"

Um forte abraço!
Camila Gomes