segunda-feira, 23 de julho de 2012

“Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.”

1 comentários:

Brenda Kayene disse...

Lindo, lindo..
De emocionar.