quinta-feira, 26 de abril de 2012

"Toda mulher é uma surpresa, uma torta mil-folhas, um bombom diferente em um lindo papel celofane. Quer provar? Eu posso acordar doce, ficar amarga e até dormir ácida sem você perceber. Mas eu quero que você perceba. Eu quero que você se alimente do que há de melhor e pior em mim. Eu quero te mostrar cada gosto, te misturar, te revirar o estômago, te virar do avesso, jogar a receita fora. (Nada de banho-maria!). O amor não tem regras, o desejo não tem limites. Minha boca é do tamanho do meu coração."

5 comentários:

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Verdade, a mulher é realmente difícil de entender! Bjs

Eliz disse...

Oi, e o amor é muito melhor sem regras e limites pre-determinados. Ótima tarde!!!

Lucy Anna Latorre disse...

Muito bom visitar blogs com conteúdo como o seu! AMEI, mesmo mesmo.
Aproveita e confere meu blog!
Beijos fofa!

f disse...

asi es.
viene todo junto.
y así debemos tomarlo.

salud!
y buena vida...
f

Fernando disse...

adorei...
tbm sou professor... de matemática
acho que o limite do amor tende ao infinito... qndo é finito, não é amor
queria um amor assim...