quarta-feira, 9 de março de 2011

"Minha pureza era linda, Zé, mas ninguém entendia ela, ninguém acolhia ela. Todo mundo só abusava dela. Agora ninguém mais abusa da minha alma pelo simples fato de que eu não tenho mais alma nenhuma. Já era, Zé. É isso que chamam de ser esperto? Nossa, então eu sou uma ninja. Bate aqui no meu peito, Zé? Sentiu o barulho de granito? Quebrou o braço, Zé? Desculpa."

4 comentários:

• cynthia bs disse...

Ahaha*
Pois então, mulher tem lá sua força... e olha que tem, viu?

Beijos.

Com amor,
|Cynthia|

Thainá Lima disse...

Esse texto da Tati é fod*! rs

Patricia s2 disse...

Ninguém realmente via. Estavam cegos ou não?
Perfeito.Simples, mas diz tudo.
bjs linda.

O mundo da Reis disse...

EU COSTUMO CHAMAR ESSE DE ZÉ MANÉ. =d