terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

"Exatamente assim. Pesada, sufocada [...] Sabe,eu acho que não sei fechar ciclos, colocar pontos finais [...] eu vou gostando, eu vou cuidando, eu vou desculpando, eu vou superando, eu vou compreendendo, eu vou relevando [...] vou dando muito de mim, e aceitando o pouquinho que os outros tem para me dar."
Esse é um dos meus erros: me entregar demais, acreditar demais, e depois ficar sem entender porque as coisas são tão efêmeras.
Mesmo com tristeza, o que é perfeitamente normal, sinto-me bem porque sei que fiz o que pude, falei o que pensei, mudei quando foi preciso (e,olha, minhas mudanças foram ótimas e serão permanentes) e fui sincera sempre, em todos os momentos, em cada conversa, em cada mensagem.
Pé na bunda pode até te empurrar pra frente, mas dói, certo? CERTO!
E quem disse que a dor não te faz crescer?

9 comentários:

Rejane-Enajer disse...

Suas palavras são as palavras de trilhões de humanos-vc resumiu exatamente tuuuddo por que passa os desencontros do amor- é dose!!
Então... tem um selinho para você no meu Blog e bem merecido.Um abraço

disse...

Realmente.. Pé na bunda dói!! E crescer com dor também não é legal! Lindo seu texto.. e faço minhas as suas palavras!
Beijos no coração!!

=)

Tiabetok disse...

caio. perfeito como sempre.

sobre os mimos, caso você não os ganhe no sorteio, dá uma comentada a mais nas resenhas que irei dar um kit igual ao top comentarista de fevereiro.
abraços

Helen O. Faria disse...

E como faz...
melhores aprendizados são extraídos da dor, do sofrimento.

Bjaum.*.*.

Laryssa Marques disse...

amei esse post..parece que foi feito pra mim =/ é tão difícil aceitar o pé na bunda, às vezes, penso que a algo de errado comigo, mas não é ..a unica verdade é que o amor acabou só isso..=/ e a vida continua ..:)

Apaixonada disse...

e como dói....mas é asim que crescemos , inevitável e doloroso.

Bárbara Fróis disse...

Também tenho esse defeito. Eu achava que era um defeito e agora eu vejo que não, assim a gente sofre muito mais, mas vivemos intensamente! Bejos

Lαís Pαmelα :) disse...

Dor faz crescer e muito.
Eu cresci.
Beijos.

Maick William O. Costa disse...

Talvez uma das melhores formas de crescer.