sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

(...) Contarás nos dedos os dias que faltam para que termine o ano, não são muitos, pensarás com alívio. E morbidamente talvez enumeres todas as vezes que a loucura, a morte, a fome, a doença, a violência e o desespero roçaram teus ombros e os de teus amigos. Serão tantas que desistirás de contar. Então fingirás - aplicadamente, fingirás acreditar que no próximo ano tudo será diferente, que as coisas sempre se renovam. Embora saibas que há perdas realmente irreparáveis e que um braço amputado jamais se reconstituirá sozinho...

4 comentários:

R disse...

Feliz Natal, muita prosperidade e realizações. Independente de crença ou religião. :D

José María Souza Costa disse...

Continue festejando o seu Santo Natal.
Vim lhe desejar Harmonia e Paz. Tens um blogue Belíssimo. Passei aqui lendo, e observando. E estou lhe convidando a visitar o meu, que por sinal é muito Simplório, e se possível seguirmos juntos por eles. Estarei muito grato esperando por vós lá.
Abraços fraternais e que o Menino Deus, nos proteja, Sempre.

Thaís Dantas disse...

A mais pura verdade... Lindo. *-*

Cami @HeyDearPrudence disse...

Feliz Natal.
Caio F. escrevia com a alma, todos os textos dele sabem despertar sensações.
Seu blog está lindo.