terça-feira, 3 de agosto de 2010

"Eu não tenho medo do amor.
Eu tenho medo é de amar quem tem medo dele.
Amar quem teme o amor é como se apaixonar por
uma sucessão de desistências."

7 comentários:

Renata Bezerra disse...

Nossa, perfeito, Lih.
Penso exatamente assim...

Beijo pra ti.

Bárbara Fróis disse...

A mais pura verdade! ARRASOU. Bejos

Valéria disse...

Concordo demais o/

Grasi disse...

Lih... é também meu maior medo!!
Bjão e uma terça super iluminada prá ti.

JB disse...

Gostei muito do seu espaço.
Quanto a estas palavras... tem toda a razão. Mas também há o receio de não se amar ou de não ser amado...

Beijinho.

Simone Moura e Mendes disse...

A partir do seu blog, infiro que vc. é uma pessoa de grande sensibilidade. Vá em frente! Foi ótimo visitar o seu espaço. Convido-a a acessar e a seguir o meu blog (www.simonemouramendes.com).
Saudações

O mundo da Reis disse...

então eu sou as próprias desistências!!!

haha-

bejo