sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Toda mulher é doida. Impossível não ser. A gente nasce com um dispositivo interno que nos informa desde cedo que, sem amor, a vida não vale a pena ser vivida, e dá-lhe usar o nosso poder de sedução para encontrar the big one, aquele que será inteligente, másculo, se importará com nossos sentimentos e não nos deixará na mão jamais. Uma tarefa que dá prá ocupar uma vida, não é mesmo? Mas além disso, temos que ser independentes, bonitas, ter filhos e fingir de vez em quando que somos santas, ajuizadas, responsáveis, e que nunca, mas nunca, pensaremos em jogar tudo pro alto e embarcar num navio pirata comandado pelo Johnny Depp, ou então virar loura e cafetina, ou sei lá, diga aí uma fantasia secreta, sua imaginação deve ser melhor que a minha.
Eu só conheço mulher louca. Pense em qualquer uma que você conhece e me diga se ela não tem ao menos três dessas qualificações: exagerada, dramática, verborrágica, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante. Pois então. Também é louca. E fascina a todos.
Nossa insanidade tem nome: chama-se Vontade de Viver até a Última Gota.
Só as cansadas é que se recusam a levantar da cadeira para ver quem está chamando lá fora. E santa, fica combinado, não existe. Uma mulher que só reze, que tenha desistido dos prazeres da inquietude, que não deseje mais nada? Você vai concordar comigo: só se for louca de pedra.

8 comentários:

Desconhecida Apaixonada disse...

Perfeito!
não tenho vocação pra Santa,mesmo!
Os textos de Martha são sensacional,incrivel como ela descreve perfeitamente as coisas a sua volta.

Augusto disse...

husahsha, todas que conheço são loucas! E, claro, isso faz de vocês ainda mais interessantes!
Beijos.

Patrícia disse...

Adorei o blog!

=)

Li... disse...

Com certeza todas que conheço são loucas, e eu a pior delas.

Senhor da Vida disse...

Arrasou seu blog, e concordo com seu texto,"Insanidade é viver ate a ultima gota", adooooooro!
Quando puder visitarei, mas de quebra, ja amei!Bjs!

Deby Dias disse...

KKKKKKKKKKKKKK adorei <:

Deby Dias disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

sabe martha , voce me da tanta alegria,nostalgia e saudades ao ler seus textos , gostaria de dizer que a admiro muito um abraço marli ribeiro rio grande rs