quinta-feira, 15 de outubro de 2009

"E numa louca corrida entregarei meu ser ao ser tempo e a minha voz á doce voz do vento. Despojado do que já não há, solto no vazio do que ainda não veio. Minha boca cantará cantos de alivio pelo que se foi, cantos de espera pelo que há de vir..."

6 comentários:

Priscila Rôde disse...

Que lindo! :)

Aquela tal de brito disse...

ah que lindo *-*

Amanda Florenzano Penha disse...

Caio é perfeito!
Sem explicação
adorei teu blog
ja estou seguindo!
beijos

Verônica disse...

lindo o texto!

Caroline. disse...

Caio ♥ PERFEITO

Caronella disse...

caio, sempre sublime!