quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Diogo Nogueira - Do jeito que eu sou

Vou vivendo do jeito que sou
Hoje eu tenho um grande amor
Amanhã, quem sabe, Deus dará
Madrugada só me faz cantar
Com talento e carinho vou ganhar
O seu beijo e poder te namorar

Do lado esquerdo do peito amizade
No direito eu carrego a saudade
De lembranças que o tempo me deixou
Meu caminho a Dindinha clareou
Meus acordes agora têm sabor
Que fazem a vida encantar

Eu sou a semente mais pura que papai plantou
Regado por velhos costumes que vovô deixou
Regendo um futuro com mais união
Um alegre canto num só tom
Marcando no surdo as batidas de um coração

Eu fui abraçado com a benção que mamãe rogou
Na boca o gosto do doce que a vó cozinhou
Ganhei no sangue um toque de azul
Nos dedos leveza e inspiração
Pra compor meu destino, vou que vou

1 comentários:

Jaqueline disse...

Adorei seu blog,sempre q puder estarei aki!bjs